Poemas

12.00 

de Juan Luis Panero,

ISBN: 9789727087273
Edição: 04-2003
Editor: Relógio D’Água
Idioma: Português
Dimensões: 150 x 230 x 20 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 190

Esgotado

REF: 9789727087273 Categorias: , Etiquetas: ,

Descrição

«No âmbito da poesia espanhola dos anos 60 e 70 os seus poemas (que configuram um dos maiores poetas actuais) representam uma intensidade e uma inovação que muito poucos quiseram reconhecer na época, o que lhe permitiu escapar incólume às disputas literárias do tempo, ao desgaste das retóricas então vigentes e surgir depois, incólume aos próprios modos como a poesia espanhola reagiria, nos anos 80, a esses modelos imediatamente anteriores. Juan Luis Panero adquire, então, o papel cimeiro de um poeta que não tem contemporâneos. A secura pungente dos seus processos de sentimentalização, o expressionismo radical de uma redução do vivido a escassos pontos de dor essenciais (a solidão, a viagem, o fracasso, o álcool, os amores vividos e perdidos), dão forma a uma visão magoadíssima da condição individual do humano. A radicalidade do absoluto desta negatividade persistirá encantatoriamente como registo dominante da sua obra.» [Do Prefácio]