22.00 

de Jacques Rancière,

As Margens da Ficção
trad. J. L. Rosa
Lisboa, KKYM, 2019.