Rilke Shake

12.00 

de Angélica Freitas
Editora: Douda Correria

Descrição

«dentadura perfeita, ouve-me bem:

não chegarás a lugar algum.

são tomates e cebolas que nos sustentam,

e ervilhas e cenouras, dentadura perfeita.

ah, sim, shakespeare é muito bom,

mas e beterrabas, chicória e agrião?

e arroz, couve e feijão?

dentinhos lindos, o boi que comes

ontem pastava no campo. e te queixaste

que a carne estava dura demais.

dura demais é a vida, dentadura perfeita.

mas come, come tudo que puderes,

e esquece este papo,

e me enfia os talheres.»

Informação adicional

Peso 0.100 kg